Páginas

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Ginástica Artística

Olá Pessoal, espero que esteja tudo legal com todos vocês!
Por aqui, tudo se encaminhando, neste segundo semestre do ano, cheio de novidades...
A última, é que a Laura começou a fazer aulas de Ginástica Artística - parte do projeto PRIA apoiado pela Prefeitura Municipal de Indaiatuba. Serão dois dias na semana, com aulas de 50 minutos,  em que ela vai poder experimentar os movimentos e aparelhos da ginástica mais aplaudida nos jogos olímpicos - por sinal ela já sonha em participar das próximas olimpíadas, vê se pode!?!

( Primeiro dia: exercícios de solo e trave de equilíbrio)

Não é novidade para ninguém que a prática de esportes é benéfica e necessária para todos nós.  E, sempre insisto, é de pequeno que experimentamos e tomamos gosto pelas coisas... Então fui atrás dos benefícios que este esporte tão fascinante poderia trazer para minha "pererequinha", e um pouco mais de informação à respeito:

- A ginástica artística, também conhecida no Brasil por ginástica olímpica, é uma modalidade de ginástica onde os atletas realizam um conjunto de exercícios em aparelhos oficiais. Movimentos estes que revelam força, agilidade, flexibilidade, coordenação, equilíbrio e controle do corpo.

- A ginástica olímpica faz parte dos Jogos Olímpicos desde a sua primeira edição, em Atenas no ano de 1896, e nos Jogos Pan-Americanos desde 1951.

- Chegou ao Brasil, em 1824, por meio da colonização alemã no Rio Grande do Sul. Este foi também o primeiro estado a fundar uma Federação de Ginástica (Federação Rio-grandense de Ginástica),oficializando assim a prática desta modalidade no Brasil.

- A prática da ginástica olímpica proporciona benefícios como coordenação motora, flexibilidade,equilíbrio, força, ritmo, velocidade, agilidade, lateralidade, criatividade, domínio corporal, disciplina, concentração, autoestima, superação delimites e sociabilização.



 - Modernamente, a fim de evitar a limitação do conceito ginástica ao esportivo ou a uma de suas modalidades, a ginástica passou a ser dividida em cinco campos de atuação e desenvolvimento: condicionamento físico, de competições, fisioterapêuticas, de demonstração e de conscientização corporal. 


- Segundo pesquisas empíricas acerca da idade ideal para início da prática deste esporte, existe divergências entre os profissionais. Mas a maioria faz referência a idades entre 4 e 6 anos para se tomar consciência do esporte e de suas práticas... quanto ao treino competitivo, sugere-se à partir dos 5 anos de idade, dependendo do potencial e do interesse da criança; porém exitem dúvidas quanto à problemas de lesões e/ou esgotamento que podem levar ao desinteresse... Além do mais, a formação do atleta, nesta modalidade, deve ocorrer em longo prazo.

(Tudo isso eu pesquisei em diversas fontes referenciadas do Google, ok?)